Como aplicar o SEO no seu artigo - Blog

Colocar na prática todos os conceitos de SEO pode ser um grande desafio para muita gente. Neste artigo vamos explicar para você, por meio de uma checklist, como garantir que seu texto seja perfeito para que um buscador te encontre – e, sobretudo, para que pessoas leiam.

Mas, antes de começar a aplicar qualquer tipo de SEO, é preciso ter o conteúdo pronto.

Com muita frequência, os redatores de artigos apenas lançam conteúdo sem motivo real, sem nenhuma estratégia real por trás dele. Eles esquecem que os humanos reais precisam querer ler essas coisas – você não está realmente escrevendo para os algoritmos do Google, está escrevendo para as pessoas!

Ao escrever, você deve sempre procurar oferecer algum tipo de valor aos seus leitores. O que você pode dizer a eles que ninguém mais pode? Que serviço você pode oferecer exclusivo? Que conhecimento você pode compartilhar que não pode ser encontrado em nenhum outro lugar?

Ninguém conhece o seu negócio como você – use isso para ter vantagem no SEO.

Caso contrário, você pode pelo menos discutir notícias relacionadas ao seu negócio. Em caso de dúvida, observe sua lista de palavras-chave SEO e veja em que tipo de lista, isca de links ou postagens detalhadas você pode trabalhar essas palavras-chave. Também não tenha medo de entrevistar alguns especialistas (se você citá-los e apresentar os conhecimentos deles em sua postagem, eles provavelmente compartilharão seu conteúdo por meio de seus canais sociais – dessa forma, você poderá aproveitar redes maiores para aumentar o tamanho de sua preferência).

Então, agora que você já escreveu um artigo que entrega conteúdo de valor, vamos garantir que ele seja encontrado!

O melhor texto para os sites de busca [checklist]

Este checklist dá conta das diferentes estruturas que seu artigo precisa ter, além de uma série de dicas que vão fazer sua página se destacar nas buscas.

Se você seguir esta lista passo a passo, sua chance de sucesso será muito alta!

Escolha o título ideal

Escrever bons títulos de páginas é uma habilidade essencial para quem faz SEO. Não só porque o título é a primeira coisa que um usuário vê nos resultados da pesquisa, mas também é um dos fatores mais importantes que o Google usa para determinar o tópico de uma página. Isso torna os títulos vitais para o sucesso do SEO.

Existem dois objetivos que um bom título deve alcançar:

  • deve ajudá-lo a ranquear em uma palavra-chave;
  • deve fazer com que o usuário deseje clicar na sua página.

Esses dois objetivos não são mutuamente exclusivos, mas às vezes têm interesses concorrentes. Se você está bem no ranking, mas ninguém está clicando no seu resultado, esse ranking não está lhe fazendo muito bem. Esteja avisado de que se você está classificando, mas nunca recebendo cliques, suas classificações podem se deteriorar com o tempo.

Como o tamanho ideal do título para SEO varia de acordo com o equipamento que a pessoa está usando, sugerimos que você coloque a palavra-chave mais importante na primeira metade do título.

É importante que seus títulos sejam confiáveis, porque são a porta de entrada para seus usuários. Eles precisam ter certeza que sua página parece legítima. O uso excessivo ou aleatório de palavras em maiúsculas pode fazer com que os usuários questionem a legitimidade do seu site e não cliquem.

Um título excessivamente longo pode ser cortado na página de busca, o que parece pouco profissional. Eles também costumam ter palavras-chave em excesso.

Invista um pouco mais de tempo escrevendo bons títulos para suas páginas. Isso realmente vale a pena. Voltar e otimizar alguns dos títulos de sua página após a publicação também pode ser interessante – especialmente se você já está com uma boa classificação, mas não recebe muitos cliques.

Construa uma hierarquia de títulos H2 e H3

O Google favorece cada vez mais a experiência de navegação do usuário, porque é uma garantia de que a pessoa continuará a usar o Google e possivelmente usará cada vez mais produtos da empresa.

Um dos elementos básicos da experiência de navegação é a organização da página do site. Uma página bem organizada, dividida em partes usando título e legenda, torna a leitura mais agradável para quem quiser acessá-la.

Ao organizar adequadamente o conteúdo de uma página, você já está concluindo uma parte importante do trabalho de SEO.

A hierarquia dos títulos da página começa com o cabeçalho H1, seguido por um título H2, que pode ser seguido por um subtítulo H3, se você precisar de uma subseção. Para o início de uma nova seção, você deve usar outro título H2. Nunca pule um nível na hierarquia; por exemplo, não passe de um cabeçalho H1 para um subtítulo H3.

Toda página tem um objetivo, como divulgar um conteúdo, obter dados cadastrais, vender um produto etc. Então procure colocar as perguntas que afetam o seu público nos subtítulos do texto.

Para usar a hierarquia corretamente, siga estas dicas:

  • H1 com a palavra-chave da ideia principal
  • H2 com as palavras-chave dos principais elementos da ideia
  • H3 para dividir ainda mais os elementos e facilitar a compreensão e visualização de pessoas e robôs.

Faça isso criando uma estrutura de informações coerente e sua página estará muito a frente da concorrência.

Faça parágrafos do tamanho certo

Segundo pesquisas, as pessoas gostam de ler pequenos parágrafos que não contêm mais que 4-6 linhas. Um parágrafo muito longo torna seu artigo chato e seu público o ignorará com certeza. Você deve se concentrar nesses pontos antes de fazer um parágrafo enorme. O público quer respostas rápidas que devem ser facilmente escaneadas.

Um parágrafo curto aumenta o interesse dos leitores em comparação com parágrafos mais longos, além de aumentar o ritmo de leitura. É muito mais objetivo escrever parágrafos curtos que contém principalmente os pontos importantes sobre o assunto do texto. A chance de cometer erros se torna menor. Os parágrafos pequenos produzem a ilusão de que o artigo é pequeno e os espaços em branco atraem mais leitores.

Entregue respostas no primeiro parágrafo

Muitas vezes, um título matador vai atrair muito público para sua página. Mas a atenção desta audiência só vai ser capturada se o seu primeiro parágrafo também for matador!

Coloque seu leitor no texto. Os leitores querem ser confortados. Eles estão procurando por conexões, por pessoas que pensam da mesma forma. Eles querem se sentir entendidos. Os parágrafos iniciais mais sedutores simpatizam com o leitor e fazem com que ele se sinta menos sozinho. Mostre ao seu leitor que você o entende e o ajudará.

Já responda 1 ou 2 questões logo de cara. Não tente enrolar o visitante, ele não tem tempo para perder e vai embora da sua página rapidinho. Você também pode apresentar alguns fatos interessantes sobre o tema do artigo: a curiosidade é um dos melhores gatilhos para prender a atenção.

Demonstre especialização no assunto. Mencione que as pessoas te procuram com um problema. Você pode fazer isso dizendo frases como: “Os clientes vêm até nós o tempo todo …” ou “Recentemente, um cliente me fez a seguinte pergunta …” Ao fazer isso, você deixa claro que você ou sua empresa são especialistas na solução desse problema, algo fundamental para o seu sucesso de vendas como profissional de marketing de conteúdo.

Escreva com empatia, pois ninguém quer se sentir sozinho em seus problemas. Os visitantes de sua página querem se sentir entendidos. Essa é uma profunda necessidade psicológica que todos temos, e é por isso que simplesmente adicionar frases como “podemos nos relacionar” ou “agradecemos” ou “isso é compreensível” ajudará muito o leitor a vê-lo como alguém que é não apenas confiável, mas que acolhe – abrindo as portas para uma relação de trabalho potencialmente ótima no futuro.

Além do leitor, o primeiro parágrafo também é importante para o SEO. O Google usa sua introdução para determinar sobre o que é seu texto. As palavras que você gostaria de classificar (sua palavra-chave em foco) devem constar nessa introdução. Você tem apenas alguns segundos para chamar a atenção do seu leitor. Verifique se o primeiro parágrafo informa a mensagem principal da sua postagem.

Coloque imagens no lugar certo

Use imagens relevantes e de alta qualidade.

Isso é crucial para o lado da experiência do usuário em SEO. Uma imagem não relacionada ao conteúdo da página será confusa para o usuário, e uma imagem borrada ou mal cortada fará com que sua página pareça ruim e não profissional. Verifique se todas as imagens que você usa têm uma relação clara com o que está na página e ficam bem.

As imagens são excelentes para quebrar o texto. Isto ajuda no conforto do usuário, que descansa um pouco da leitura ao olhar para uma imagem. Em textos longos, isto faz muita diferença, já que a maioria dos leitores são “preguiçosos”.

Você deve tomar cuidado para não usar nenhuma imagem que não tenha direitos, mas pode encontrar muitos recursos on-line que fornecem imagens gratuitas que as empresas podem usar.

Utilizar capturas de tela também é uma boa estratégia, de acordo com o tema do seu post. Você não vai precisar se preocupar com direitos autorais, e ainda ilustra para o leitor exatamente do que você está falando.

Um recurso um pouco mais avançado é fazer imagens ilustrativas, como infográficos, gráficos ou fluxograma. É bastante didático, mas é preciso ter alguma prática com ferramentas de criação de imagem.

Colocar imagens de pessoas é importante para humanizar seu texto. O leitor sempre busca por identificação. E não esqueça de colocar uma foto do autor do texto, isto garante muito mais autoridade.

Reserve um tempo para cada página que você criar e para o blog que publicar, para encontrar pelo menos uma boa imagem para incluir.

Escreva legendas com a palavra-chave

Para se beneficiar do SEO de imagens, você precisa ajudar os mecanismos de pesquisa a encontrar suas imagens e indexá-las pelas palavras-chave corretas.

A legenda da imagem é o texto que acompanha a imagem na página. As pessoas tendem a escanear títulos, imagens e legendas à medida que escaneiam uma página da web.

As legendas das imagens são lidas, em média, 300% mais do que o corpo do texto em si; portanto, não usá-las ou não usá-las corretamente significa perder a oportunidade de envolver um grande número de leitores em potencial.

Você precisa adicionar legendas a todas as imagens? Não, porque às vezes as imagens servem para outros propósitos. Tendo em mente a necessidade de evitar a otimização excessiva, eu diria que você deve adicionar legendas apenas onde faria sentido para o visitante que elas estivessem lá. Pense primeiro no visitante e não adicione uma legenda apenas para o SEO de imagem.

Descreva a imagem com a palavra-chave

Essa é outra parte da página que a maioria dos visitantes não vê, mas os rastreadores dos mecanismos de pesquisa veem. Você pode fornecer texto alternativo para todas as imagens adicionadas ao site que serão exibidas no lugar da imagem, se um navegador tiver problemas para carregá-la.

Este texto é mais uma parte da página que você pode usar para sinalizar aos mecanismos de pesquisa sobre o que é a página.

Sempre atualize o texto alternativo para suas imagens. Inclua sua palavra-chave principal para a página e algo descritivo da própria imagem.

Evite repetir palavras e expressões

É crucial destacar o que é mais importante nas páginas, e que pode ser resumido em palavras-chave, mas usá-las de maneira natural.

Quando você se preocupa com a semântica em seu texto, fica mais fácil para o Google saber do que você está falando.

Você precisa alcançar a verdadeira intenção de seus usuários, não apenas responder a uma consulta simples. Isso significa que você responde à primeira pergunta e, em seguida, responde imediatamente à segunda, terceira, quarta ou quinta pergunta.

Fazer isso dá mais profundidade ao seu conteúdo e fornece mais valor. O Google gosta de enviar usuários para páginas nas quais eles encontrarão exatamente o que estão procurando.

Nunca deixe seu texto truncado, cheio de palavras e expressões repetidas. Revise o texto depois de pronto pensando na experiência do leitor, se ele vai se sentir confortável.

Uma técnica de revisão de texto é ler em voz alta. A repetição de palavras é um sinal revelador de escrita estranha e inconsciente. O escritor presumivelmente colocou as informações pertinentes na tela, mas não reservou tempo para ler a frase para si mesmo, silenciosamente ou em voz alta.

Inclua vídeos e outras mídias

Você obterá vários benefícios ao usar o vídeo.

Os leitores apreciam o conteúdo visual. Embora uma imagem valha mais que mil palavras, um minuto de vídeo comunica o equivalente a 1,8 milhão de palavras em texto.

Oito em cada dez leitores lembram-se dos vídeos que viram no último mês, o que demonstra a influência que seus vídeos podem ter no seu público-alvo.

Mais da metade dos seus leitores que assistem a vídeos executam ações no site, ou seja, é uma ótima forma de chamar para ação. Essas ações incluem visitar seu blog, pesquisar on-line por mais informações sobre sua empresa, visitar sua loja on-line, fazer uma compra ou até entrar em contato com você!

Algumas dicas para utilizar melhor os vídeos no seu blog:

  • Simplifique o formato do seu vídeo: tente usar animações simples ou uma montagem de fotos em vez de usar atores, scripts, vários locais e efeitos especiais. Um formato simples reduz os custos indiretos sem sacrificar a qualidade do vídeo.
  • Grave vídeos curtos: os espectadores têm um período curto de atenção, é por isso que você precisa se concentrar em um tópico por vídeo enquanto comunica sua mensagem enquanto mantém a atenção dos espectadores.
  • Venda seus vídeos on-line: como blogueiro, você já está criando conteúdo regularmente e tem uma boa ideia sobre seu público-alvo e suas necessidades. Com isso em mente, você pode facilmente transformar suas ideias em um curso on-line e vender seus vídeos on-line!

Faça uma versão em áudio do seu texto

Uma das maneiras mais fáceis de se destacar no Google é incluir gravações de áudio. Não é apenas para acessibilidade, embora certamente ajude os leitores com deficiência visual. É uma maneira de se humanizar, de dar aos seus leitores, sua comunidade, outra parte de si mesmo.

Eles podem ouvir sua voz, empregando suas próprias palavras; é quase como se eles estivessem conversando com você.

Assim, você pode transformar seus posts em podcast, inclusive divulgando seu material em plataformas de áudio como o Spotify e o SoundCloud.

Além disso, a busca por áudio é um recurso no qual o Google tem investido pesado. Boa parte dos usuários querem ter respostas as suas dúvidas por áudio, para poder ouvir enquanto fazem exercícios, dirigem ou fazem compras.

Estimule a interatividade do leitor

A internet permite um grau de interatividade muito avançado. E saber se aproveitar disto elevará o potencial da sua página.

Comece usando técnicas de design para incentivar a interação, como botões e caixas de comentário.

Você pode adiciona uma área de associação, ou uma assinatura premium, que fidelize seus leitores.

Uma maneira fácil de gerar engajamento é realizar concursos, oferecendo brindes para leitores novos e existentes. Assim você se aproveita da competitividade natural das pessoas.

Não esqueça de convidar especificamente para a interação – seja no próprio texto ou em conteúdos de vídeo e imagem.

Se quiser investir um pouco mais, use Gamification: é uma técnica cada vez mais usada para fazer com que alguns tópicos duros pareçam um pouco mais emocionantes e motivadores, tornando-os mais parecidos com um jogo.

A interação pode realmente ajudar os usuários. Experimentar alguma conexão humana (mesmo através da rede) pode ser extremamente benéfico para as pessoas, especialmente se o conteúdo as estiver ajudando com trabalho, vida, família, depressão, etc.

E a participação do público ajuda a desenvolver conteúdo. O conteúdo interativo geralmente leva a mais oportunidades de conteúdo, pois discussões e debates podem fornecer perguntas ou estimular um conteúdo extra. Essa é uma ótima maneira de envolver sua audiência e/ou economizar tempo na criação de conteúdo.

Sugira artigos relacionados

Uma maneira de garantir que os visitantes do site encontrem as informações que procuram, é exibir postagens relacionadas nos textos do blog.

Exibindo uma lista de artigos do blog relacionadas à postagem do blog que o visitante está lendo, você garante que seus visitantes conheçam outras páginas do blog que possam ser do seu interesse e incentive-os a lê-las.

Ao ativar as postagens relacionadas em seu blog, você também dá mais exposição a outros conteúdos mais antigos que possa ter em seu site. As postagens antigas do blog são facilmente esquecidas e difíceis de alcançar, a menos que seus visitantes vasculhem os arquivos do blog.

Além de enviar mais tráfego para postagens antigas, a ativação de postagens relacionadas no blog aumentará automaticamente o número de links internos no seu blog ou site. Graças a esses links internos, os mecanismos de busca encontrarão facilmente seus posts antigos e darão a eles mais importância nos resultados dos buscadores.

Mire nos Featured snippets

Os featured snippets são resultados de pesquisa selecionados que são apresentados acima dos resultados orgânicos do Google, logo abaixo dos anúncios pagos. São considerados a posição zero da busca.

Os trechos em destaque visam responder à pergunta do usuário imediatamente (daí seu outro nome conhecido, “caixas de resposta”). Ser destaque significa obter exposição adicional da marca nos resultados da pesquisa.

O Google adora números, passo a passos e listas. Quando você estiver escrevendo um parágrafo, introduzindo a resposta à pergunta, liste números e nomes úteis. Gráficos e listas de comparação são uma maneira mais fácil de obter destaque, porque o Google ama conteúdo estruturado.

Conclusões

Com estas dicas, seu blog estará pronto para ranquear na primeira página. Somado ao conteúdo de qualidade que você pode entregar, com certeza sua audiência vai crescer rapidamente.

Mas lembre-se, os algoritmos de busca mudam constantemente, o que é importante hoje talvez não seja amanhã. Por isso continue sempre se atualizando e adaptando esta checklist a suas necessidades.

Rate this article

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...